Iraque diz que libertação de Ninawa acontecerá antes do que o EI acredita

Bagdá, 6 jan (EFE).- O ministro iraquiano de Defesa, Khaled al Obeidi, garantiu nesta quarta-feira que a batalha para libertar a província setentrional de Ninawa do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) vai ser "mais rápida do que os inimigos acreditam".

Em discurso por ocasião do 95° aniversário da fundação das Forças Armadas iraquianas, Al Obeidi disse que as operações começarão também antes do previsto em Ninawa, controlada pelo EI desde junho de 2014.

O responsável de defesa iraquiano advertiu aos jihadistas que esta ofensiva será "mais feroz do que as já vistas estão vendo até agora".

O Exército já superou sua "etapa difícil" e começou a "dar passos para um futuro promissor", acrescentou.

Al Obeidi pediu uma maior ajuda da comunidade internacional para melhorar as finanças do país, reconstruir as zonas liberadas e lutar contra o terrorismo.

O presidente iraquiano, Fouad Massoum, disse que "a conquista mais importante" contra o EI é que "o povo recuperou a confiança no Exército".

As forças iraquianas expulsaram no final de dezembro os jihadistas da cidade de Ramadi, a capital da província de Al- Anbar, que estava em mãos do EI desde maio.

Esta vitória permite às tropas se concentrare agora na ofensiva de Ninawa, cuja capital Mossul é o principal reduto do grupo terrorista no Iraque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos