Bombardeiros russos matam 11 pessoas perto de reduto da oposição na Síria

Beirute, 7 jan (EFE).- Bombardeios realizados por aviões russos na região de Ghouta Oriental, principal reduto da oposição na periferia de Damasco, capital da Síria, matou pelo menos 11 pessoas nesta quinta-feira, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Dez delas perderam a vida em ataques aéreos na cidade de Arbin, indicou o Observatório, que não descarta que o número de mortos aumente porque há vários feridos em estado grave. Por outro lado, outra pessoa morreu durante a ofensiva aérea da Rússia na região de Al March, também em Ghouta Oriental.

O Observatório acrescentou que a Força Aérea da Rússia, aliada do regime do presidente da Síria, Bashar al Assad, também teria atacado outras áreas dos arredores de Damasco, como Mazra e Al Shifunia.

A campanha de bombardeios russos na Síria teve início no dia 30 de setembro, a primeira intervenção militar direta do país no conflito, que começou em março de 2011, matando mais de 250 mil pessoas no período, de acordo com o Observatório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos