Pelo menos 14 membros do EI são mortos em ataque a uma represa na Síria

Beirute, 7 jan (EFE).- Pelo menos 14 membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram nas últimas 24 horas em um ataque desta organização contra a represa de Tishrin, no norte da Síria, informou nesta quinta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG explicou que os jihadistas lançaram uma ofensiva para retomar o domínio da represa, que está nas mãos das Forças da Síria Democrática (FSD), uma coalizão armada integrada por curdos, árabes e assírios - um grupo étnico de credo cristão.

No dia 26 de dezembro, as FSD tomaram do EI o controle de Tishrin, que fica no rio Eufrates em seu trecho que passa pelo nordeste da província de Aleppo.

Nas últimas horas, os radicais conseguiram se infiltrar em algumas áreas da barragem em barcas, embora as FSD tenham respondido e tentado conter seu avanço.

Com o controle da instalação, a coalizão consegue fechar dali a via de provisões dos radicais que sai de seu principal reduto na Síria, a província nordeste de Al Raqqa, até Manbech, um de seus principais pontos de controle em Aleppo.

As FSD foram criadas em outubro do ano passado no nordeste do país e dispõem do apoio logístico e militar dos EUA, além de coordenar seus ataques com a coalizão internacional contra o EI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos