"El Chapo" foi preso em motel durante operação iniciada após denúncia

Culiacán (México), 8 jan (EFE).- O narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán foi detido nesta sexta-feira em um motel localizado nos arredores da cidade de Los Mochis, no noroeste do México, onde tinha se refugiado para escapar de uma operação das forças armadas iniciada após uma denúncia, detalharam à Agência Efe fontes policiais.

Segundo as fontes, o líder do Cartel de Sinaloa conseguiu fugir pelo sistema de esgoto de uma casa localizada no bairro de Scally junto com Orso Ivan Gastelum Cruz, após um intenso tiroteio com as forças de segurança mexicanas que terminou com cinco criminosos mortos, seis detidos e um militar ferido.

Os dois percorreram um trecho pelos esgotos e em algum ponto se apoderaram de um veículo e chegaram até o motel, onde horas depois foram capturados em uma operação iniciada pela Marinha por via terrestre e aérea a partir de uma denúncia.

Um boletim da Secretaria de Marinha (Semar) informou hoje da operação realizada em Scally após receber uma denúncia "onde se assinalava que havia pessoas armadas em um domicílio".

Ali os soldados foram recebidos com tiros disparados de dentro da casa, razão pela qual "decidiram repelir a agressão em legítima defesa", indicou o boletim.

Além disso, a Marinha afirmou que tinha "conhecimento que no citado local se encontrava Orso Ivan Gastelum Cruz, suposto chefe da área norte de Sinaloa de uma organização delitiva que opera na região", mas não mencionou Guzmán.

Pouco depois o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, confirmou a captura do narcotraficante, que tinha fugido em 11 de julho do ano passado de uma prisão de segurança máxima localizada no Estado do México.

Imagens conseguidas pelos meios de comunicação locais mostram "El Chapo" quando se deslocava junto com Gastelum Cruz em um veículo, supostamente durante a fuga das forças de segurança, e em um quarto do motel já algemado.

Guzmán foi capturado pela primeira vez em 1993 na Guatemala e, após ser condenado a 21 anos, fugiu de uma prisão de segurança máxima em Puente Grande, no estado de Jalisco, em 2001.

Foi detido de novo no início de 2014, em uma ação que foi considerada o maior golpe desferido ao narcotráfico no México em uma década, e enviado ao presídio de Altiplano, no Estado do México.

No último dia 11 de julho escapou dessa prisão por um túnel de 1,5 quilômetro construído de sua cela até uma casa nos arredores do presídio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos