Porta-voz do EI é ferido em bombardeio no Iraque

Bagdá, 8 jan (EFE).- O porta-voz do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), Abu Mohammed al Adnani, foi ferido em um bombardeio aéreo na zona de Baruana, cerca de 200 quilômetros ao nordeste de Bagdá, confirmou à Agência Efe uma fonte de segurança iraquiana.

O dirigente terrorista, de 39 anos, perdeu muito sangue por causa dos ferimentos e foi levado à cidade de Hit, a 60 quilômetros de Baruana, segundo um comunicado do Exército iraquiano divulgado na quinta-feira.

O porta-voz do EI foi levado a Hit para receber tratamento e depois foi enviado a um lugar desconhecido na cidade setentrional de Mossul.

Al Adnani, de nacionalidade síria e cujo nome verdadeiro é Taha Sobhi Falaha, foi dos primeiros jihadistas que lutaram contra as forças da coalizão internacional que invadiram o Iraque em março de 2003.

Em maio de 2005, Adnani foi detido pelas forças da coalizão na província iraquiana de Al-Anbar, no oeste do Iraque, e depois foi libertado porque utilizava uma identidade falsa, o que o ajudou a que não conhecer sua verdadeira identidade.

O Departamento de Estado americano acrescentou Al Adnani, em 18 de agosto de 2014, em sua lista de terroristas globais e destinou uma recompensa de US$ 5 milhões às pessoas que ofereçam informações que levam a sua detenção ou a seu assassinato.

Al Adnani, que emite de forma frequente gravações de som, apareceu muito poucas vezes em imagens e sua única presença em um vídeo foi em 2014, quando declarou a anulação das fronteiras entre Síria e Iraque e a unificação dos territórios controlados pelo EI em ambos países.

Nessa filme o dirigente terrorista apareceu com a cara pixelada. EFE

ms/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos