Rússia e China alertam pra escalada de tensão por teste nuclear norte-coreano

Moscou, 8 jan (EFE).- Rússia e China alertaram nesta sexta-feira para uma possível escalada da tensão política e militar na região do nordeste da Ásia após o suposto teste de uma bomba de hidrogênio pela Coreia do Norte.

O vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Igor Morgulov, e o representante especial da China para Coreia do Norte, Wu Dawei, acusaram a Coreia do Norte, durante uma conversa telefônica, de "violar grosseiramente as resoluções do Conselho de Segurança da ONU".

Eles previram que as ações de Pyongyang, que foram condenadas unanimemente pela comunidade internacional, "poderiam ajudar a aumentar a tensão política e militar na região", informou o Ministério de Relações Exteriores da Rússia em comunicado.

Ao mesmo tempo, se pronunciaram a favor da solução à crise nuclear coreana dentro das negociações de seis lados (China, Japão, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Rússia e Estados Unidos).

Morgulov e o representante especial dos EUA para Coreia do Norte, São Kim, também coincidiram ontem em denunciar que as ações de Pyongyang são "uma aberta violação" das resoluções da ONU.

A Rússia, que tem apenas 20 quilômetros de fronteira terrestre com a Coreia do Norte, tinha aumentado nos últimos anos a cooperação com Pyongyang após duas décadas de estagnação desde a queda da URSS.

O Kremlin na época os testes nucleares anteriores efetuados pela Coreia do Norte em 2006, 2009 e 2013, e reiterou nos últimos dias que não aceitará que o regime stalinista dirigido por Kim Jong-un alcance status nuclear.

Segundo a imprensa, a China está muito irritada com a atitude imprevisível de seu vizinho do norte, com quem as relações já tinham esfriado nos últimos meses, e pela primera vez expressou sua "firme oposição" a um teste nuclear de Pyongyang.

As grandes potências temem que haja novos confrontos militares entre as duas Coreias, após ambos os países decidirem retomar as transmissões de propaganda pelos alto-falantes instalados no Paralelo 38, o lugar mais militarizado do planeta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos