Turquia convoca embaixador iraniano em protesto por cobertura de imprensa

Ancara, 8 jan (EFE).- O Ministério das Relações Exteriores da Turquia convocou o embaixador iraniano para protestar pela cobertura que a imprensa governista do Irã faz sobre as relações entre Turquia e Arábia Saudita, informa nesta sexta-feira a agência de notícias turca "Anadolu".

Teerã "deve pôr fim imediatamente" à publicação de comentários em vários meios de comunicação iranianas vinculados a organismos estatais que arremetem contra o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, por sua recente visita a Riad, exigiu o Ministério turco.

Um comunicado do Ministério turco ressalta que a imprensa iraniana "estabelece um vínculo" entre a recente visita de Erdogan e as execuções maciças de presos, poucos dias mais tarde.

Erdogan realizou uma visita oficial a Riad em 29 e 30 de dezembro, e em 2 de janeiro, as autoridades sauditas informaram sobre a execução de 47 pessoas, entre eles o clérigo saudita xiita opositor Nimr Baqir al Nimr.

A execução de Nimr provocou protestos em Teerã onde manifestantes atacaram a embaixada saudita, algo que levou à ruptura de relações diplomáticas por parte de Riad.

As primeiras declarações de autoridades turcas pediram a ambos países comedimento e prudência, mas em dias posteriores, Ancara condenou o ataque à embaixada.

Por sua vez, Erdogan se negou a condenar as execuções ao assegurar que eram uma "questão interna" da Justiça desse país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos