Bombardeios e confrontos com talibãs matam 51 membros do EI no Afeganistão

Cabul, 9 jan (EFE).- Pelo menos 51 membros do Estado Islâmico (EI) morreram nas últimas 24 horas por vários bombardeios do exército afegão e confrontos com os talibãs na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão e principal reduto do grupo jihadista no país.

As forças aéreas do exército afegão mataram 11 insurgentes do EI e feriram cinco no distrito de Kot, e outros 12 morreram e sete ficaram feridos em Achin, disse à Agência Efe um porta-voz do Ministério da Defesa, Mohammad Radmanish.

No distrito de Achin morreram "15 membros do EI por um ataque de drone" americano, detalhou à Efe o porta-voz da polícia de Nangarhar, Hazrat Hussain Mashriqiwal.

Segundo o porta-voz, no distrito de Chaparhar também morreram 13 membros do EI em confrontos com os talibãs, que também sofreram três baixas e 17 ficaram feridos.

"Os combates pararam na área entre os dois grupos insurgentes", acrescentou Mashriqiwal.

Os talibãs lançaram esta semana uma ofensiva em quatro distritos de Nangarhar contra o Estado Islâmico, onde morreram entre segunda-feira e quinta-feira uns 50 membros dos dois grupos, afirmaram à Agência Efe várias fontes oficiais.

O porta-voz talibã Zabihulah Mujahid justificou a ofensiva contra o EI porque "os que se fazem chamar de combatentes do EI estão envolvidos em roubos armados, assassinatos, torturas, sequestros de civis e apropriação de propriedades".

O EI está presente em pelo menos quatro províncias do leste e sul do Afeganistão há pelo menos um ano e tem em Nangarhar seu maior bastião no país asiático.

A irrupção do grupo jihadista alterou o cenário de guerra dos últimos 15 anos no país e levou o governo afegão a estabelecer unidades especiais para combatê-lo.

O Conselho de Segurança da ONU advertiu do risco que é a presença do EI no Afeganistão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos