Iraque pede de novo que Turquia retire tropas de seu território

Bagdá, 9 jan (EFE).- O primeiro-ministro iraquiano, Haider Al-Abadi, voltou a pedir neste sábado à Turquia para retirar suas forças militares de Mossul, que está desde junho de 2014 sob o controle do grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

"Não vamos permitir que as forças turcas permaneçam nos territórios iraquianos, sejam quais forem os motivos. Desdobraremos todos os esforços para proteger nossos direitos", disse ele em discurso por ocasião dos 94 anos da criação da Polícia.

Haider Al-Abadi disse que a Turquia entrou sem autorização do governo, o que qualificou de "agressão contra o Iraque e os iraquianos". Para ele, os argumentos do governo turco para a permanência no Iraque são duvidosos.

Segundo o primeiro-ministro, os turcos têm os terroristas perto de suas fronteiras e não precisavam entrar por centenas de quilômetros em território iraquiano para lutar contra eles. O político defendeu que o Iraque não precisa de forças estrangeiras em seu território e que o fato de o EI ocupar uma parte das terras iraquianas não justifica que os Estados violem a soberania de seu país.

Durante o primeiro fim de semana de dezembro, o governo em Ancara mandou um reforço de 600 militares com 20 tanques a Bashika, a cerca de 20 quilômetros de Mossul, onde desde março do ano passado estão instrutores militares enviados pela Turquia. O desdobramento dessas tropas foi justificado pela na necessidade de proteger esses instrutores, que treinam voluntários dispostos a reconquistar Mossul.

Em 19 de dezembro, o Ministério das Relações Exteriores da Turquia anunciou que iria retirar as tropas que mandou para o norte do Iraque. Apesar do anúncio, os ministros das Relações Exteriores da Liga Árabe condenaram em 24 de dezembro em reunião no Cairo a "intervenção militar" turca em território iraquiano e pediram sua retirada "imediata" e "incondicional".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos