Polícia argentina diz que recapturou apenas 1 dos 3 foragidos

Buenos Aires, 9 jan (EFE).- A polícia da província argentina de Santa Fé afirmou que só capturou um dos três foragidos que escaparam há 13 dias de um presídio de segurança máxima, apesar de hoje o governo de Mauricio Macri ter comemorado a prisão de todos.

Mais cedo, Macri parabenizou às forças de segurança pela captura de "os foragidos" e a vice-presidente Gabriela Michetti anunciou que os três estavam detidos. No entanto, o chefe da Polícia de Santa Fé, Rafael Grau, informou que apenas Martín Lanatta foi detido nas proximidades de Cayastá, região rural do norte da província.

"Em uma das operações realizadas por homens da delegacia 5 desta cidade, conseguimos detectar uma pessoa em uma estrada rural. Três oficiais deram a voz de prisão e prenderam o sujeito. A única pessoa que temos detida é o chamado Martín Lanatta", disse Grau.

O chefe da Polícia Federal Argentina, Román Di Santo, confirmou à imprensa que os agentes seguem trabalhando na região e não deu informações sobre os outros dois criminosos, Cristian Lanatta e Víctor Schillaci.

O trio escapou em 27 de dezembro de uma penitenciária de segurança máxima da província de Buenos Aires, onde cumpria pena de prisão perpétua por triplo homicídio vinculado a um caso de tráfico de efedrina.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos