Tentativa de ataque contra soldados de Israel termina com 2 palestinos mortos

Jerusalém, 9 jan (EFE).- Uma suposta tentativa de ataque com arma branca contra soldados de Israel no posto de controle de Bekaot, nas imediações de um assentamento judaico na Cisjordânia, terminou neste sábado com dois palestinos mortos após a reação dos militares.

O exército israelense informou em comunicado que o incidente aconteceu no começo da manhã de hoje nesta região do ocupado Vale do Jordão, onde dois homens se aproximaram dos soldados e tentaram agredi-los com uma faca.

"As forças frustraram o ataque e dispararam contra os agressores", que receberam tratamento médico logo em seguida, mas não resistiram aos ferimentos e morreram, confirmou uma porta-voz militar israelense para a Agência Efe.

No início deste sábado, também foram registrados enfrentamentos na cidade de Surda, perto de Ramala, entre palestinos e efetivos de segurança de Israel, que demoliram a casa de um palestino identificado como Muhanad Halabi, responsável pela morte de dois israelenses em um ataque com arma branca em Jerusalém em outubro do ano passado.

A demolição rápida de imóveis pertencentes a agressores faz parte das medidas punitivas implementadas pelo governo israelense para deter a onda de violência que, desde outubro, causou a morte de pelo menos 147 palestinos, mais da metade deles em ataques ou supostos ataques, enquanto o restante morreu em enfrentamentos com as forças de segurança israelenses.

Um total de 22 israelenses e três estrangeiros morreram vítimas desses ataques desde então.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos