Vídeo mostra cérebro de atentados de Paris no metrô após ataque

Paris, 9 jan (EFE).- Um vídeo gravado pelo circuito interno de câmaras do metrô de Paris mostra o cérebro dos atentados de 13 de novembro, Abdelhamid Abaaoud, em uma estação junto com um cúmplice meia hora depois dos ataques.

As imagens - cuja existência já era conhecida, mas que só foram divulgadas agora - foram reveladas pelo canal privado de televisão "M6 "e mostram Abaaoud aparentemente tranquilo, entrando sem pagar no metrô junto com outro homem na estação de Croix de Chavaux, no subúrbio parisiense de Montreuil.

Este segundo indivíduo, cujo rosto aparece pixelado, poderia ser, segundo a emissora, a pessoa que explodiu em 18 de novembro um apartamento de Saint-Denis, durante o ataque das forças de elite da polícia que terminou com três mortos: Abaaoud, sua prima Hasna Aitboulahcen e um terceiro homem ainda não identificado.

No vídeo, o considerado líder dos três comandos do atentado, que deixou 130 mortos, aparece sorridente, vestido com roupa esportiva escura e chamativos tênis laranja.

As imagens foram registradas às 22h14 (19h14 em Brasília), ou seja, mais ou menos meia hora depois de o chamado "comando dos terraços" deixasse mais de 30 mortos em vários cafés e restaurantes dos distritos X e XI de Paris.

A estação de metrô está cerca de 250 metros do lugar onde apareceu com várias kalashnikov o carro preto utilizado pelo comando jihadista. Os investigadores acham que daí Abaaoud tomou o metrô para se aproximar da sala Bataclan, onde ainda acontecia a tomada de reféns.

O automóvel tinha sido alugado na Bélgica por Brahim Abdeslam, um dos terroristas que fez parte desse comando e que se matou com um colete suicida em um bar.

A televisão mostrou também outra imagem exclusiva em que Brahim Abdeslam - cujo irmão Salah, também autor dos ataques, continua foragido - está no café Comptoir Voltaire segundos antes de acionar seu colete de explosivos.

A mesma reportagem divulgou imagens estáticas dos irmãos Abdeslam e de Mohammed Abrini, outro dos cúmplices foragidos, quando comprava em um posto de gasolina quando viajava da Bélgica a Paris na noite anterior aos atentados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos