Confrontos no Iraque matam 27 membros das forças de segurança e 37 jihadistas

Bagdá, 10 jan (EFE).- Pelo menos 37 jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) e 27 membros das Forças de Segurança iraquianas e combatentes de milícias governamentais morreram neste domingo em enfrentamentos, ataques e bombardeios na província de Al-Anbar.

De acordo com fontes de segurança, 22 extremistas morreram em uma ofensiva do exército iraquiano em Al Sufiya, no leste da cidade de Ramadi, que contou com o apoio da aviação iraquiana e da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos. Nos combates, que permitiram às forças regulares conseguir vários avanços no terreno, oito militares morreram e cinco ficaram feridos.

Outros nove membros das Forças de Segurança iraquianas perderam a vida e 12 ficaram feridos em um ataque com um carro-bomba conduzido por um suicida perto de um edifício governamental, no centro de Ramadi. Ramadi, capital da província de Al-Anbar, foi recuperada pelas forças iraquianas em 28 de dezembro, embora alguns focos jihadistas ainda existam.

Além disso, dez pessoas, entre soldados, agentes das forças antiterroristas e milicianos governamentais morreram e seis ficaram feridos na explosão de um prédio no distrito de Al Malab, no sul de Ramadi, segundo as mesmas fontes.

Ao todo, 15 combatentes do EI morreram e três de seus veículos foram destruídos em um bombardeio aéreos lançados por aviões da coalizão em Al Mudayiq, no leste de Ramadi. Uma fonte da polícia da província de Saladino indicou que aviões do exército iraquiano atacaram e acabaram por matar por engano nessa província nove membros das milícias xiitas Kata'ib Jund al-Imam, integrantes das forças governamentais Multidão Popular.

Segundo a fonte, os aparelhos bombardearam uma posição dos milicianos em Al Salam, a 30 quilômetros ao norte de Tikrit, capital de Saladino. No bombardeio, sobre o qual não houve confirmação oficial, outros 13 milicianos da Kata'ib Jund al-Imam ficaram feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos