Série de ataques deixa 12 civis mortos no norte da Síria

Beirute, 11 jan (EFE).- Um suposto bombardeio da Rússia e o disparo de projéteis por parte de grupos rebeldes na cidade de Aleppo, no norte da Síria, provocaram a morte de pelo menos 12 civis, a maior parte deles crianças, nesta segunda-feira.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que nove das vítimas perderam a vida em um ataque aéreo, que acredita-se ter sido realizado pela Força Aérea da Rússia, contra uma região onde fica uma escola no povoado de Anyara. Todos estavam no interior do colégio no momento do bombardeio.

De acordo com a organização, aviões russos efetuaram, além disso, mais de cem bombardeios nas localidades de Khan al Asal, Al Zorba e nas imediações de Khan Tuman, ao sul e ao oeste de Aleppo.

Por outro lado, ao menos três crianças morreram pelo impacto de projéteis lançados por milícias islâmicas contra o bairro de Ashrafie, sob o controle do regime do presidente da Síria, Bashar al Assad, na cidade de Aleppo.

A Rússia, aliada do governo sírio, realiza uma campanha de bombardeios no país desde setembro, em sua primeira intervenção militar direta desde o início do conflito em março de 2011.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos