Ban Ki-moon condena "vil" atentado terrorista de Istambul

Nações Unidas, 12 jan (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou nesta terça-feira o "vil atentado terrorista" cometido hoje em Istambul, que deixou pelo menos dez mortos e pelo qual a Turquia responsabilizou os jihadistas do Estado Islâmico (EI).

Em um breve comunicado, Ban disse confiar em que os responsáveis pelo ataque sejam levados rapidamente perante a Justiça.

Além disso, transmitiu suas condolências às famílias das vítimas e aos povos e governos de Turquia, Alemanha (de onde procedia a maior parte dos falecidos) e de outros países afetados.

Ban desejou também uma rápida recuperação aos pelo menos 15 feridos no atentado, cometido na turística praça Sultanahmet, no centro histórico de Istambul.

Segundo as autoridades turcas, o ataque suicida foi realizado por um membro do EI de nacionalidade estrangeira.

Todas as vítimas mortais são turistas, pelo menos oito delas procedentes da Alemanha, segundo confirmou o ministro das Relações Exteriores desse país, Frank-Walter Steinmeier.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos