Corpos de dois jornalistas são encontrados no leste do Iraque

Bagdá, 12 jan (EFE).- A polícia iraquiana encontrou nesta terça-feira os corpos baleados de um jornalista e um cinegrafista do canal de televisão "Al-Iraquiya" na província de Diyala, no leste do Iraque, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.

Os corpos do jornalista Seif Talal, de credo sunita, e o cinegrafista Hassan al Anbaki, de confissão xiita, majoritária no Iraque foram achados em um cruzamento em Al Uayihiya, 20 quilômetros ao oeste de Baquba, capital provincial de Diyala, e apresentavam marcas de bala na cabeça e no peito, segundo a fonte.

Os dois jornalistas faziam parte de um grupo que ontem foi para cobrir os atentados da cidade de Al Maqdadiya, onde quase 30 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas pela explosão consecutiva de vários artefatos em um cafeteria.

A fonte, que pediu anonimato, explicou que eles deixaram o local sozinhos, antes do restante do grupo de jornalistas que viajava em um ônibus das forças de segurança, para transmitir a informação antes dos outros canais.

"Al-Iraquiya" é o principal canal oficial iraquiano e transmite desde Londres e Abu Dhabi.

Além disso, três soldados da inteligência da polícia iraquiana morreram hoje e outros dez ficaram feridos pela explosão de um carro-bomba conduzido por um suicida na região de Al Shat, também em Diyala.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos