Ex-presidente da federação da Guatemala chega embriagado a Tribunal

Cidade da Guatemala, 12 jan (EFE).- O ex-presidente da Federação de Futebol da Guatemala (Fedefutguate) Brayan Jiménez, detido hoje após permanecer mais de um mês foragido, chegou à Torre de Tribunais em estado de embriaguez.

"Adoro estar bêbado", disse Jiménez aos jornalistas que o aguardavam, com fala quase incompreensível, depois de ser detido em um edifício da capital guatemalteca.

Jiménez, quem estava foragido desde 4 de dezembro, foi reeleito em 2013 para um mandato que venceria em 2017 na Fedefutguate. O dirigente é acusado, segundo a ordem de captura contra ele, dos delitos de crime organizado e lavagem de dinheiro por sua suposta participação em um novo caso de corrupção na Fifa.

Vestido com um casaco marrom com capuz, o ex-presidente da federação guatemalteca foi encontrado com barba por fazer e mais magro. Ele chegou ao tribunal às 15h (local, 19h de Brasília) depois de ter sido detido para uma possível extradição para os Estados Unidos.

Rodeado por um grupo de agentes policiais, Jiménez revelou que esteve o tempo todo na Cidade da Guatemala. "Estava tomando meus golinhos", ironizou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos