Fã de David Bowie é detido no Japão após tentar se suicidar em público

Tóquio, 12 jan (EFE).- A polícia de Hokkaido, no norte do Japão, prendeu um homem que tentou se matar em público depois que soube da notícia da morte do cantor inglês David Bowie, informou nesta terça-feira o jornal digital "Japan Times".

Tomoki Shiota, de 25 anos, foi rendido pelas autoridades e detido na cidade de Sapporo sob suspeita de possuir um estilete com o qual pretendia se suicidar, declarou a polícia de Hokkaido à agência "Kyodo".

"Queria me matar porque estava muito comovido com a notícia da morte de David Bowie", disse o homem, segundo fontes da investigação.

Shiota foi visto portando um estilete enquanto chorava e gritava em frente às instalações de uma companhia de transporte marítimo em Sapporo na tarde de segunda-feira.

Um empregado da empresa rendeu o jovem, que deixou a lâmina cair acidentalmente, segundo a polícia.

De acordo com as investigações, o homem declarou que "queria se suicidar em público".

David Bowie morreu ontem em Nova York vítima de um câncer, três dias depois de ter completado 69 anos e lançado seu último álbum, intitulado "Blackstar".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos