Maioria das vítimas do atentado de Istambul é alemã, aponta imprensa

Istambul, 12 jan (EFE).- O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, ligou para a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, para expressar suas condolências ao saber que nove dos dez mortos nesta terça-feira no atentado suicida em Istambul são alemães, informou o jornal turco "Sabah" citando fontes anônimas do governo.

Davutoglu expressou sua tristeza pelo ocorrido, prometeu para Merkel fazer todo o possível para que os alemães feridos se recuperem e reiterou a decisão da Turquia de "lutar contra as organizações terroristas internacionais", afirma o jornal que cita fontes do escritório do primeiro-ministro.

Em quatro hospitais há nove alemães sob tratamento como consequência do atentado suicida que aconteceu hoje perante a Mesquita Azul, atribuído a uma pessoa de origem síria de 27 anos de idade, segundo o jornal "Hürriyet".

O Ministério das Relações Exteriores da Noruega confirmou que um norueguês ficou levemente ferido no ataque e fontes da embaixada do Peru em Ancara indicaram à Agência Efe que uma mulher peruana também sofreu lesões, embora sua vida não corre perigo.

O governo alemão pediu a seus cidadãos que estão em Istambul que evitem as concentrações em lugares públicos e diante das atrações turísticas.

A Mesquita Azul e os monumentos próximos, como a basílica de Santa Sofia e o palácio de Topkapi, formam o principal complexo turístico de Istambul, cidade que recebe por ano quase 10 milhões de viajantes.

O presidente da Associação de Turismo de Sultanahmet, Yasar Yaviz, indicou ao jornal "Hürriyet" que o ataque "é um grande golpe ao turismo de toda a região".

"Há 7 mil hotéis nesta zona. Os turistas agora querem ir embora. Já estão buscando passagens (para retornar a seus países). Com esta explosão, o ano 2016 terminou para nós", lamentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos