Nova atentado em Diyala mata três soldados da inteligência iraquiana

Bagdá, 12 jan (EFE).- Três soldados da inteligência da Polícia Iraquiana morreram nesta terça-feira e outros dez ficaram feridos pela explosão de um carro-bomba conduzido por um suicida na zona de Al Shat, na província oriental de Diyala.

Uma fonte da polícia iraquiana explicou à Agência Efe que quando os agentes detiveram e rodearam o veículo, o suicida aproveitou para detonar os explosivos.

Entre os feridos está o chefe da inteligência da Polícia de Diyala, o general Qasim al Anbaki.

Al Shat está situada 30 quilômetros ao norte de Baquba, a capital provincial, muito perto da cidade de Al Maqdadiya, onde ontem ocorreu outro mortal atentado.

Quase 30 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas pela explosão consecutiva de vários artefatos em um cafeteria de Al Maqdadiya.

Também ontem o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) perpetrou um ataque a um centro comercial em Bagdá, que o primeiro-ministro iraquiano, Haidar al Abadi, qualificou hoje de "tentativa desesperada dos terroristas".

O Iraque vive desde junho de 2014 uma cruel luta contra o EI, que esse mês proclamou um califado nas amplas zonas deste país e da Síria sob seu controle.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos