Deputados propõem convocação de novas eleições devido à crise no Cazaquistão

Astana, 13 jan (EFE).- Deputados da Câmara Baixa do Cazaquistão (Majilis) defenderam nesta quarta-feira a dissolução do parlamento e convocação de eleições antecipadas em março de 2016, devido à difícil situação econômica enfrentada pelo país.

"A proposta foi aprovada por unanimidade", disse o porta-voz da Majilis, Kabibulla Dzhakupov, acrescentando que a medida será enviada ao presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, que tem o poder de aprovar a dissolução antecipada.

A Constituição do Cazaquistão determina que novas eleições devem ser convocadas dois meses depois da dissolução do parlamento, disse o vice-porta-voz da Câmera Baixa, Abay Tasbulatov. Por isso, caso Nazarbayev aprove a medida, o pleito deve ser convocado em março.

O tenge, moeda da antiga república soviética, sofreu uma grande desvalorização em relação ao dólar na semana passada, atingindo níveis mínimos históricos. No fechamento dos mercados na última sexta-feira, um dólar valia 352,45 tenges.

Os analistas avaliam que a moeda cazaque perdeu valor devido à queda dos preços do petróleo no mercado internacional e à desvalorização do iuane.

O chefe do fundo público World of Eurasia, Eduard Poletayev, destacou que a razão da dissolução do Majilis é a crise econômica vivida no país. Além da baixa nas cotações do petróleo e da desvalorização da moeda nacional, o Cazaquistão enfrenta alta no preço dos alimentos e de habitação.

"O presidente, seu plano 'Estratégia 2050', nos mostrou a direção a seguir, mas agora precisamos de novas táticas que os partidos devem oferecer. Eles deverão apresentar sua visão das distintas formas para sair da crise com seus próprios programas políticos", afirmou Poletayev em entrevista à Agência Efe.

Já o analista político cazaque Dosym Satpayev disse que não haverá uma grande revolução política se houver novas eleições porque os candidatos "serão os mesmos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos