EI reivindica atentado contra consulado paquistanês no Afeganistão

Cairo, 13 jan (EFE).- O braço afegão do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) assumiu nesta quarta-feira a autoria do atentado contra o consulado do Paquistão na cidade de Jalalabad, no leste do Afeganistão, que deixou pelo menos dez mortos.

Em comunicado divulgado em fóruns jihadistas, Wilayat al Khorasan (Província de Khorasan), a filial do EI na região, garantiu que "dezenas de apóstatas morreram em um ataque dos soldados do califado".

"Um dos três soldados do califado fez explodir seu cinto de explosivos contra os guardas do consulado, destruiu um de seus veículos e matou todos os agentes", acrescenta na nota.

Segundo Wilayat al Khorasan, com esta ação foi aberto o caminho para os outros jihadistas, que entraram no edifício do consulado paquistanês.

Um segundo agressor detonou seu cinto de explosivos dentro do edifício enquanto o terceiro "pôde retornar às sedes dos mujahedin (guerreiros santos)", diz o texto.

"A operação durou quatro horas e foram mortos muitos trabalhadores do consulado e vários oficiais dos serviços de inteligência paquistanesas apóstatas", concluiu Wilayat al Khorasan.

Fontes oficiais afegãs disseram à Agência Efe que o ataque terminou com a morte de sete membros das forças afegãs e três agressores suicidas.

O ataque começou por volta das 9h local (2h30, em Brasília), quando um insurgente detonou os explosivos que levava e permitiu que outros dois entrassem em uma casa de hóspedes próxima ao consulado paquistanês, disse um porta-voz regional do Exército afegão, Maqsood Sahibzada.

Esta ação insurgente ocorreu uma semana depois do ataque ao consulado da Índia na cidade afegã de Mazar-e-Sharif, no norte do Afeganistão, no qual morreram cinco pessoas (os quatro agressores e um policial) após 25 horas de enfrentamento.

Em dezembro, um ataque talibã contra a Embaixada da Espanha em Cabul acabou com a morte de dois policiais espanhóis, quatro agentes afegãos, dois civis e os quatro agressores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos