Atentado na Turquia atribuído ao PKK causa 5 mortos

Ancara, 14 jan (EFE).- Cinco pessoas morreram e 39 ficaram feridas em um atentado com carro-bomba contra uma delegacia de Polícia no sudeste da Turquia, cujas autoridades atribuíram ao grupo armado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Duas pessoas morreram na explosão do carro-bomba na cidade de Cinar e outras três no desmoronamento de um prédio próximo, segundo o Governo da província sudeste de Diyarbakir, onde fica a cidade na qual aconteceu o atentado.

A fonte disse que todas as vítimas eram civis, entre elas dois parentes de agentes, que morreram na queda do edifício, e também há seis policiais entre os feridos.

As imagens divulgadas pela imprensa mostram enormes danos em um prédio residencial destinado às famílias dos policiais que trabalham na delegacia.

Após a explosão do carro-bomba, alguns membros do PKK lançaram um ataque com lança-foguetes e fuzis de longo alcance, o que provocou um tiroteio com os agentes que se prolongou durante cerca de 40 minutos, assinalou a fonte.

Após o tiroteio, os membros do PKK escaparam e o Exército e a Polícia realizaram uma ampla operação de captura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos