Jimmy Morales toma posse como presidente da Guatemala

Cidade da Guatemala, 14 jan (EFE).- Jimmy Morales, líder do partido de direita Frente de Convergência Nacional (FCN-Nación), tomou posse nesta quinta-feira perante o Congresso como presidente da Guatemala para o período 2016-2020.

Com sua mão esquerda sobre a Constituição, Morales jurou respeitar a lei e exercer com "amor patriótico" a presidência da República.

Morales, que era um dos humoristas mais queridos pelo povo guatemalteco, fez seu juramento perante o Organismo Legislativo em uma sessão solene, tal como determina a Constituição.

O político de 46 anos chegou ao Centro Cultural Miguel Ángel Asturias junto com sua esposa, Gilda Patricia Marroquín Argueta de Morales, e antes de subir ao palanque onde tomou a batuta de comando do país deu um emocionante abraço em sua mãe, que se encontrava entre o público.

O presidente do Congresso, o opositor Mario Taracena Díaz Sol, do partido União Nacional da Esperança (UNE), foi o encarregado de proclamar Morales como presidente.

"Em nome do Congresso da República e do povo da Guatemala fica o senhor legalmente e legitimamente juramentado", disse Taracena, antes de dar-lhe a faixa presidencial e a insígnia correspondente.

Em seu primeiro discurso perante a Assembleia Legislativa, Morales pediu unidade de todos os setores para melhorar o país, marcado pela corrupção e a pobreza, mas reconheceu que "as coisas não mudam da noite para o dia".

"Não há magia, (mas) não nos resignemos mais ao pessimismo. Uma nova Guatemala é possível e vale a pena", enfatizou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos