Palestino é morto após tentar atacar soldado israelense na Cisjordânia

Jerusalém, 14 jan (EFE).- Um palestino foi morto a tiros nesta quinta-feira pelo Exército de Israel no sul da Cisjordânia após tentar apunhalar um soldado destacado na região, segundo foi informado através de um comunicado militar.

O incidente aconteceu na passagem de Beit Einun, no nordeste da cidade de Hebron, por volta das 9h (horário local, 5h em Brasília).

O fato aconteceu no mesmo ponto onde há dois dias ocorreu outra tentativa de apunhalamento, que também acabou com a morte do agressor palestino, segundo informação do Exército.

Desde o começo da atual onda de violência em outubro do ano passado, 153 palestinos morreram, mais da metade quando tentavam realizar ataques ou supostos ataques, enquanto os demais em confrontos com as forças de segurança israelenses.

Também morreram 22 israelenses, dois estrangeiros vítimas dessas agressões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos