Polícia da Indonésia dá por terminado o ataque na capital Jacarta

Bangcoc, 14 jan (EFE).- A Polícia da Indonésia deu por terminado o ataque ocorrido nesta quinta-feira em uma área comercial do centro da capital Jacarta, onde várias explosões seguidas de trocas de tiros causaram a morte de pelo menos sete pessoas, entre elas quatro agressores.

"Todos os agressores foram neutralizados", declarou o porta-voz da Polícia, Iqbal Kabid, à agência "Antara".

As autoridades informaram que "limparam" todos os edifícios do complexo comercial onde pelo menos seis agressores haviam entrado após as explosões e onde houve troca de tiros em um cinema.

O subdiretor da Polícia, Budi Gunawan, disse à imprensa que dois civis também morreram, entre eles um estrangeiro, e outras dez pessoas, entre elas cinco policiais, ficaram feridas.

Kabid disse que houve duas explosões com bombas, enquanto as demais foram resultado dos combates entre policiais e terroristas.

A primeira explosão aconteceu ao meio-dia em um posto de Polícia próximo ao centro comercial Sarinah, no bairro de Jalan Thamrin, próximo ao palácio presidencial e a escritórios da ONU.

Apesar do anúncio do fim do ataque, a Polícia continua protegendo outros prédios da região, acrescentou o porta-voz, enquanto nenhum grupo reivindicou o incidente por enquanto.

A Indonésia estava em alerta por causa de possíveis ataques contra as autoridades locais e lugares frequentados por estrangeiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos