Turquia anuncia que matou 200 jihadistas do EI em 48 horas

Istambul, 14 jan (EFE).- As Forças Armadas turcas bombardearam cerca de 500 alvos do Estado Islâmico (EI) na Síria e Iraque e mataram quase 200 de seus membros como resposta ao atentado suicida de terça-feira em Istambul, anunciou nesta quinta-feira o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu.

"Enquanto confirmamos que este covarde atentado foi obra do EI, demos instruções a nossas Forças Armadas, e até hoje, em aproximadamente 48 horas, atacamos cerca de 500 de seus alvos na Síria e Iraque", disse Davutoglu em discurso recolhido pela agência "Anadolu".

O primeiro-ministro precisou que estes ataques tinham sido realizados "desde terra, com morteiros e tanques", tanto desde o acampamento de forças voluntárias iraquianas de Bashika, ao nordeste de Mossul, como desde a fronteira turco-síria.

A presença de unidades militares turcas com armamento pesado em Bashika tinha suscitado em dezembro tensões entre Turquia e o governo iraquiano, que exigiu a retirada de todos os soldados turcos de seu território, apesar disto aparentemente não ter ocorrido.

"Disparamos com todos os recursos a nosso alcance e pudemos comprovar um a um que 'neutralizamos' cerca de 200 membros do EI, entre eles vários dirigentes regionais", disse Davutoglu.

O líder prometeu "continuar lutando com toda força" contra a organização extremista "que suja o nome do islã", "até afastá-la totalmente das fronteiras da Turquia".

Davutoglu advertiu, além disso, contra o perigo de considerar todos os refugiados sírios como terroristas porque o jihadista suicida da praça Sultanahmet tinha se apresentado às autoridades turcas sob esta identidade dias antes de cometer o atentado.

"Se agora virmos todos os sírios como uma ameaça, e se considerarmos todos os muçulmanos no mundo uma ameaça potencial por causa do EI, então teremos caído na armadilha para qual os terroristas querem nos levar", ressaltou Davotoglu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos