Debate republicano reflete tensão entre campanhas de Trump e Cruz

Washington, 14 jan (EFE).- O penúltimo debate entre os pré-candidatos à indicação do Partido Republicano para as eleições presidenciais antes das primeiras votações em Iowa refletiu a tensão crescente das últimas semanas entre as campanhas dos dois favoritos nas pesquisas, Donald Trump e Ted Cruz.

O debate de hoje foi o que contou com o menor número de candidatos até o momento, com apenas sete. Entre eles, Trump e Cruz protagonizaram vários bate-bocas, desde o local de nascimento do senador pelo Texas, até a definição de "valores nova-iorquinos".

"Muita gente sabe exatamente quais são os valores de Nova York", respondeu o senador Cruz ao ser perguntado pelos moderadores do canal "Fox Business" sobre o que quis dizer quando utilizou este conceito contra Trump, que vive na 'Big Apple'.

"Há muitos homens e mulheres trabalhadores maravilhosos no estado de Nova York, mas todo o mundo entende que os valores na cidade de Nova York são progressistas em matéria social, pró-aborto, defensores do casamento gay... concentrados no dinheiro e na mídia", esclareceu Cruz.

O aparente ataque, no entanto, permitiu que Trump tirasse proveito e apresentasse seus melhores momentos da noite, ao afirmar que os valores autênticos nova-iorquinos são aqueles que foram mostrados após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

"Nova York é um lugar genial, com gente magnífica. Quando derrubaram o World Trade Center, vi algo que em nenhuma outra parte do mundo poderia ter acontecido de forma tão bonita e humana como em Nova York", respondeu Trump, arrancando os aplausos do público e do próprio Cruz.

"Dois edifícios inteiros caíram, milhares de pessoas morreram, e os trabalhos de limpeza começaram no dia seguinte. Foi talvez a limpeza mais horrorosa da história. Eu estava lá e jamais vi algo assim. O povo de Nova York lutou, lutou e lutou. O cheiro da morte esteve conosco durante meses", contou o magnata.

"Mas reconstruímos o centro de Manhattan, todo o mundo viu, e todo o mundo ama Nova York e os nova-iorquinos", concluiu Trump, que reprovou o comentário de Cruz sobre os "valores nova-iorquinos" e o considerou "muito insultante para muita gente".

O outro grande bate-boca da noite aconteceu quando os moderadores perguntaram Cruz sobre os questionamentos de Trump, que colocou em dúvida se o senador teria o aval da Constituição para ser presidente por ter nascido no Canadá.

De acordo com as pesquisas, Cruz tem ligeira vantagem sobre Trump em Iowa, o primeiro estado do processo de primárias para vencer a indicação do partido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos