Premiê da Macedônia cumpre pacto com oposição, renúncia e convoca eleições

Skopje, 15 jan (EFE).- O primeiro-ministro da Macedônia, o conservador Nikola Gruevski, renunciou nesta sexta-feira, parte do acordo com o partido social-democrata para convocar eleições antecipadas e pôr fim à crise política que se prolongou durante mais de um ano no país.

"Os informo que hoje recebi a renúncia do primeiro- ministro, Nikola Gruevski", disse o presidente do parlamento, Trajko Veljanovski, à imprensa.

Gruevski, líder do conservador VMRO-DPMNE, oficializou assim sua renúncia, pactuada com o principal partido da oposição, a União Social-Democrata da Macedônia (SDSM), em julho, quando concordou em convocar eleições gerais antecipadas para 24 de abril.

Veljanovski acrescentou que espera os resultados das conversas realizadas hoje em Skopje entre os líderes políticos para empreender as medidas legais para convocar a eleição antecipada.

O comissário europeu de Política de Vizinhança e Ampliação, Johannes Hahn, está hoje na capital da Antiga República Iugoslava da Macedônia para mediar as negociações entre Gruevski, o líder do SDSM, Zoran Zaev, e os líderes dos partidos da minoria albanesa, Ali Ahmeti, da União Democrática para a Integração, e Menduh Thaçi, do Partido Democrático dos Albaneses.

O objetivo principal destas conversas é determinar se 24 de abril - data fixada no acordo do ano passado - será mantida, como defendem os conservadores e as formações albanesas, ou se será adiada, como quer o SDSM.

Se finalmente a data for mantida, o parlamento deve votar ainda hoje se aceita a renúncia de Gruevski e se aprova a formação de um Executivo de transição encarregado de organizar as eleições.

A legislação nacional estabelece que o governo interino deve ser formado 100 dias antes da data do eleição, por isso o prazo para todas essas decisões é hoje até a meia-noite.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos