Republicanos rebatem otimismo de Obama em discurso do Estado da União

Washington, 14 jan (EFE).- Os sete principais pré-candidatos à indicação do Partido Republicano para a disputa das eleições presidenciais dos Estados Unidos participaram de um debate televisivo em Charleston, na Carolina do Sul, nesta quinta-feira e rebateram, um a um, o otimismo demonstrado pelo presidente Barack Obama em seu discurso sobre o Estado da União na última terça-feira.

Em seu último discurso do Estado da União antes de deixar o cargo em janeiro de 2017, Obama garantiu que é uma "falácia" afirmar que a economia americana está em "declínio" e também que os "inimigos" do país estão se fortalecendo. "Os Estados Unidos são a nação mais poderosa da Terra, ponto", afirmou o presidente.

"Na noite de terça-feira ouvi um conto por parte de Barack Obama. Parecia que tudo no mundo era maravilhoso", disse logo no início do debate o governador de Nova Jersey, Chris Christie.

"A ideia de que estamos melhor hoje do que no dia em que Barack Obama iniciou seu mandato pertence a um universo alternativo. (Obama) Não se dá conta de que o papel dos EUA no mundo é necessário para a paz e a estabilidade", comentou o ex-governador da Flórida, Jeb Bush.

Um dos mais contundentes contra a mensagem de otimismo expressada pelo presidente foi o favorito para a indicação do partido segundo as pesquisas, o magnata imobiliário Donald Trump, que disse compreender os americanos que estão furiosos e admitiu que ele mesmo está "furioso", porque o país é um "desastre".

O neurocirurgião aposentado Ben Carson, por sua vez, indicou que Obama "não se dá conta de que agora vivemos no século XXI" e que "o mundo é muito diferente do que costumava ser", já que está infestado de bombas e ataques cibernéticos.

Já o senador pelo Texas Ted Cruz rebateu as palavras de Obama com o episódio vivido esta semana, no qual dez militares americanos foram retidos durante algumas horas e posteriormente liberados pelo Irã.

"Hoje, abrimos os jornais e vimos dez soldados americanos ajoelhados e com as mãos sobre a cabeça", lamentou Cruz.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos