Tsai anuncia governo mais próximo do povo e defensor da soberania

Taiwan, 16 jan (EFE).- A presidente eleita de Taiwan, Tsai Ing-wen, do independentista Partido Democrata Progressista (PDP), anunciou neste sábado, ao proclamar sua vitória, que seu governo será mais próximo do povp e defenderá a soberania da ilha frente à China.

"Não é só uma vitória eleitoral, mas um chamado a formar um governo mais em sintonia com o povo, e que proteja a soberania", disse Tsai, que teve 56,2% dos votos contra 30,9% de seu principal rival, Eric Chu, faltando pouco ainda para apurar.

No meio das comemorações de seus militantes após oito anos de oposição do PDP, Tsai destacou que sua vitória consolida a democracia e prometeu uma séria "reforma" interna, enquanto em política externa avançou "uma política com a China previsível e estável", sem rejeitar os acordos alcançados até o momento.

O PDP terá pela primeira vez maioria absoluta no parlamento, com 67 cadeiras de um total de 113 (segundo dados preliminares), em um legislativo que sempre tinha sido dominado pelo Partido Kuomintang (KMT).

No campo internacional, Tsai defendeu uma solução pacífica das disputas de soberania nos mares do Sul e do Leste da China e o reforço das relações internacionais da ilha.

Tsai cumprimentou seus adversários, especialmente Chu (KMT), e garantiu que seu partido cooperará com o atual presidente e o governo interino "de acordo com a Constituição", durante os quatro meses até sua posse.

O primeiro-ministro taiuanês, Mao Chi-kuo, já anunciou que renunciará e porá seu cargo à disposição do presidente, Ma Ying-jeou, após eleições que mostraram uma reviravolta da vontade popular a favor da oposição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos