Ataque a casa de chefe da polícia de Áden deixa 7 mortos

Sana, 17 jan (EFE).- Pelo menos sete pessoas morreram neste domingo, entre elas cinco policiais, em um ataque com um carro-bomba conduzido por um suicida em frente a casa de Shalal Ali Shaea, diretor de segurança da cidade de Áden, no Iêmen.

Segundo a fonte, o atentado aconteceu perto da entrada da casa do general Ali Shaea, no bairro de Al Tauahi, e matou cinco policiais que protegiam a residência e dois civis que passavam por ali, um deles menor de idade.

Além disso, outras dez pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas.

O chefe da polícia não está entre as vítimas, segundo a polícia, que não detalhou se Ali Shaea estava ou não no interior da casa durante o ataque, que provocou também danos no edifício e nos veículos próximos.

O estrondo da explosão foi ouvido em toda a cidade, e grandes colunas de fumaça eram vistas no céu de Áden.

No último dia 5, Ali Shaea saiu ileso de outro atentado com carro-bomba, desta vez contra o governador de Áden, Edros al Zubaidi, no bairro de Al Mansura, perpetrado apenas um mês depois do assassinato de seu antecessor no cargo.

A cidade de Áden, onde foi imposto toque de recolher noturno em todo o mês de janeiro, registrou uma deterioração da segurança nos últimos meses e uma série de assassinatos de políticos, militares e juízes.

As autoridades iemenitas tentam recuperar o controle da segurança na cidade, onde estabeleceram a sede temporária do governo, depois de o Executivo ser expulso da capital, Sana, em setembro de 2014 pelos rebeldes houthis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos