Premiê do Paquistão viaja a Arábia Saudita e Irã para tentar reduzir tensão

Islamabad, 17 jan (EFE).- O primeiro-ministro do Paquistão, Nawaz Sharif, começa amanhã uma viagem para Arábia Saudita e Irã para tentar aproximar as posições dos dois países diante da "escalada da tensão" das últimas semanas.

O governo paquistanês, através de um comunicado do escritório do primeiro-ministro, informou que Sharif liderará uma delegação de alto nível que estará na segunda e na terça-feira nesses dois países para "trcoar opiniões sobre temas regionais e internacionais".

"O Paquistão está profundamente preocupado com a recente escalada de tensões entre o reino da Arábia Saudita e a República Islâmica do Irã", indicou o governo no comunicado, que expressou ainda que Sharif pediu a solução da controvérsia por meios pacíficos pelo interesse da união entre os muçulmanos.

O texto destacou que o Paquistão mantém relações cordiais e fortes laços com os dois países.

Não foi divulgado quem são os integrantes da missão. Nas últimas horas houve a especulação de que também esteja nela o chefe das Forças Armadas paquistanesas, general Raheel Sharif.

A Arábia Saudita rompeu relações diplomáticas na semana passada com o Irã, mais um degrau na escalada de tensão desencadeada pela execução de um clérigo xiita no reino, o que gerou protestos no Irã, com revoltas e ataques à embaixada saudita e a um consulado.

Vários países árabes seguiram a posição saudita e outros chamaram seus diplomatas no Irã para consultas, em meio à troca de acusações e ameaças.

O próprio governo paquistanês reiterou esta semana que a segurança da Arábia Saudita é um assunto prioritário para Islamabad e que atuaria caso que a soberania desse país fosse violada.

No entanto, na sexta-feira o assessor de Relações Exteriores de Sharif, Shartaj Aziz, principal responsável pela política internacional do governo paquistanês, especificou que seu país faz parte da coalizão de 34 países contra o terrorismo, mas não apresentará soldados para missões de combate na Arábia Saudita ou em outro país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos