Rohani abre portas do Irã a empresários dos EUA após acordo nuclear

Teerã, 17 jan (EFE).- O presidente do Irã, Hassan Rohani, abriu neste domingo a porta aos empresários americanos que quiserem investir no Irã, para que o único obstáculo seria a legislação de seu país, uma vez que já foram eliminadas as sanções internacionais.

"Se os americanos querem investir no Irã, não há obstáculos" disse o presidente em um encontro com a imprensa em que falou sobre o início ontem à noite do Plano Integral de Ação Conjunta (JCPOA).

O presidente iraniano insistiu que a partir de agora são os Estados Unidos que devem eliminar seus impedimentos para poder ter laços comerciais com o Irã, e lembrou que já foram dados passos nesse sentido em alguns campos.

"No campo da venda de aviões de passageiros, eles já proporcionaram as facilidades e eliminaram os impedimentos", disse, em referência à autorização dada ontem mesmo pelo presidente americano, Barack Obama, ao secretário de Estado, John Kerry, para permitir às empresas a venderem e enviarem material aéreo ao Irã.

Além disso, também assinalou que Washington "eliminou os impedimentos" para a importação de alguns produtos iranianos, como tapetes, açafrão e pistaches sem nenhum problema.

"Para os povos dos dois países será melhor que os Estados Unidos eliminem os impedimentos econômicos que tem com o Irã. Seria um favor ao povo dos Estados Unidos e ao do Irã que estes obstáculos que existem por vontade americana sejam superados", insistiu.

Ontem à noite entrou em vigor o acordo anunciado em julho pelo Irã e pelo Grupo 5+1 (Estados Unidos, França, Rússia, Reino Unido, China e Alemanha), que limita a capacidade iraniana de desenvolver armas atômicas em troca do fim das sanções econômicas.

Irã e Estados Unidos romperam relações diplomáticas e praticamente toda troca comercial após a Revolução Islâmica em 1979.

No entanto, a aproximação durante as negociações para o acordo nuclear, a primeira vez em 36 anos em que seus diplomatas estiveram frente a frente publicamente, abriu um processo de degelo sem precedentes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos