Ataque da guerrilha curda mata 1 soldado e deixa 6 feridos

Ancara, 21 jan (EFE).- Um soldado turco morreu e outros seis ficaram feridos, um deles em estado grave, na explosão de uma bomba durante uma operação contra a guerrilha curda do PKK no sudeste da Turquia, informou nesta quinta-feira o Estado-Maior da Turquia.

O fato aconteceu às 15h GMT de ontem (13h em Brasília) durante uma ação contra a guerrilha curda no bairro Sul de Diyarbakir, que está com toque de recolher desde dezembro. O explosivo caseiro, escondido em uma rua, foi acionado de longe, ferindo sete soldados, sendo que um deles veio a óbito cinco horas mais tarde.

O bairro Sul é uma das três regiões do sudeste da Turquia, de maioria curda, que levam mais de um mês com toque de recolher e enfrentamentos diários entre as forças de segurança e simpatizantes do Partido de Trabalhadores de Curdistão (PKK).

De acordo com o mais recente boletim militar, desde dezembro o exército "neutralizou" 641 supostos rebeldes no Sul e nos municípios de Silopi, Cizre, ambos na província de Sirnak. No mesmo período, 107 civis morreram nessas localidades, conforme dados divulgados hoje pelo partido esquerdista HDP.

O toque de recolher foi levantado parcialmente em Silopi e os moradores começam a retornar a suas casas, mas segundo o boletim do exército as operações ainda continuam, com dois "terroristas neutralizados" ontem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos