Estado Islâmico critica Al Qaeda e pede deserção de seguidores no Magrebe

Rabat, 21 jan (EFE).- A organização terrorista Estado Islâmico (EI ou Daesh, segundo o acrônimo árabe) publicou vários vídeos nos quais critica a atuação da Al Qaeda na região do Magrebe e pede que os seguidores deste grupo desertem e se unam a suas fileiras.

O EI divulgou quatro vídeos nas redes sociais destinados a vários países do Magrebe, concretamente Marrocos, Argélia, Tunísia e Líbia, nos quais aparecem vários jovens com os rostos descobertos e que aparentemente procedem destes países pelo sotaque.

Os vídeos têm como ponto comum as ameaças dirigidas aos regimes destes países e uma incitação aos jovens para se incorporar ao EI.

As gravações estão acompanhadas de imagens dos chefes de Estado de vários países norte-africanos como as do presidente tunisiano, Beji Qaid Essebsi, em um ato oficial e a do rei do Marrocos, Muhammad VI, em um encontro com o presidente francês, François Hollande.

Em um dos vídeos, um jovem combatente discurso com o conhecido como de Abu Walid al Magrebi no qual critica a "política geral" da Al Qaeda de não dirigir atentados contra as instituições dos governos surgidos nestes países após a chamada primavera árabe.

O especialista marroquino em assuntos estratégicos, Musawi Ajlaui, minimizou hoje, em uma entrevista ao jornal "Ajbar al Yaum", o alcance das ameaças do EI aos países norte-africanos, concretamente ao Marrocos e Argélia, devido à "limitada influência operacional" deste grupo terrorista nestes países.

Segundo Ajlaui, o Estado Islâmico tenta estabelecer "um equilíbrio psicológico" com a Al Qaeda que, segundo o especialista, adquiriu recentemente mais força na região do Magrebe ou o Sahel pelos ataques que perpetrou em vários lugares ou as alianças que assinou com outros grupos extremistas locais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos