Kremlin atribui conclusão sobre morte de Litvinenko ao "humor britânico"

Moscou, 21 jan (EFE).- O Kremlin qualificou nesta quinta-feira de "humor britânico" a conclusão da investigação da justiça do Reino Unido que considerou que o assassinato do ex-espião Alexander Litvinenko foi "provavelmente" aprovado pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin.

"Em geral isto se pode atribuir a esse humor britânico tão refinado", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, que advertiu que este relatório "envenenará ainda mais a atmosfera de nossas relações bilaterais".

Para Peskov, o processo parece uma piada "pelo fato de uma investigação pública e aberta se basear em dados secretos de serviços de inteligência que não têm nome, e porque o veredicto, que se sustenta nessas informações efêmeras, emprega com assiduidade palavras como possivelmente e provavelmente".

Esta terminologia, ressaltou, "não é tolerada em nossa prática judicial nem na de outros países, e obviamente não pode ser tomada como um veredicto".

"Pseudoinvestigações como esta, sem dúvida, não conseguem nada além de envenenar ainda mais a atmosfera de nossas relações bilaterais", lamentou o porta-voz de Putin.

Ele garantiu que a Rússia "confiava em uma estreita cooperação na investigação deste caso, mas os britânicos decidiram congelar não só a parceria, mas também o diálogo na arrasadora maioria de âmbitos".

Por outro lado, Peskov lembrou que desde a morte do ex-agente russo em 2006, Moscou reiterou em um sem-fim de ocasiões que os serviços de inteligência russos não tiveram nada a ver com o crime.

Litvinenko, que pediu asilo político ao chegar a Londres em novembro de 2000, obteve a nacionalidade britânica e trabalhou para os serviços secretos MI6.

O juiz Robert Owen afirmou em seu relatório que os ex-agentes russos Andrei Lugovoi e Dmitry Kovtun, com quem Litvinenko tomou um chá no dia em que foi envenenado, foram responsáveis pelo assassinato, provavelmente seguindo ordens dos serviços secretos russos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos