Morre na França quarto paciente que recebeu coração artificial

Paris, 21 jan (EFE).- O quarto paciente que recebeu o transplante na França de um coração artificial da companhia Carmat morreu nesta quinta-feira em decorrência de complicações médicas relacionadas ao seu estado de saúde, crítico, de antes e de depois da operação, indicou a empresa francesa em comunicado.

A prótese que o homem de 58 anos recebeu em 22 de dezembro em Paris não está relacionada à sua morte, informou a companhia.

O chefe de serviço do instituto de cardiologia do hospital Pitié-Salpêtrière, Pascal Leprince, disse que a operação foi efetuada quando o paciente já se encontrava na "fase terminal de sua insuficiência cardíaca".

O transplante do primeiro coração totalmente artificial em uma pessoa aconteceu em Paris em dezembro de 2013 e foi recebido com uma grande expectativa médica e midiática porque poderia abrir uma porta para a cura de milhares de doentes cardíacos que não têm acesso ao órgão de um doador.

Esse primeiro paciente, de 76 anos, morreu depois de 75 dias. O segundo transplante aconteceu em agosto de 2014 e seu receptor, um homem de 69 anos, morreu cerca de nove meses depois.

O terceiro, de 73 anos, morreu no último dia 22 de dezembro, mais de oito meses após ter recebido uma prótese que, segundo a empresa, não teve a ver com a morte.

A prótese foi projetada para imitar perfeitamente o funcionamento de um coração humano, adaptando de forma autônoma seu ritmo à atividade do portador sem necessidade de um controle externo.

Sua concepção foi fruto do trabalho de uma equipe multidisciplinar em que, além da experiência do professor Alain Carpentier, cofundador da Carmat, participaram engenheiros do consórcio aeronáutico europeu Airbus Group.

Carmat destacou que a esta alturas do ensaio clínico seu sistema acumula uma experiência clínica de 21 meses de funcionamento, e estabelece como critério de sucesso a sobrevivência do paciente por pelo menos um mês após a implantação do coração.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos