Davutoglu garante à Merkel que ela "não está só" na crise dos refugiados

Berlim, 22 jan (EFE).- O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, assegurou nesta sexta-feira à chanceler alemã, Angela Merkel, que ela não está sozinha na busca por soluções para o acolhimento de refugiados e disse que, no futuro, o "papel histórico" desempenhado por seu país perante esta crise humanitária será visto como merece.

"Merkel fez um gesto humanitário histórico. Dentro de 50 ou 60 anos veremos que, graças a essas dificuldades de agora, muitas vidas foram salvas", disse em um comparecimento feito ao lado da chanceler em Berlim, ao final da cúpula germânica-turca.

Davatoglu acrescentou por conta própria esta resposta a uma pergunta que, na realidade, era dirigida à Merkel, sobre se neste momento ela se sentia sozinha, em meio às críticas que está recebendo de seu próprio governo a sua gestão da crise e à falta de solidariedade europeia.

"Não tenho a impressão de estar sozinha. Nem nesta questão nem em outras situações", disse a chanceler, ressaltando que continuará com os esforços conjuntos que estão sendo realizados para melhorar a situação, tanto em seu país quanto em escala continental ou com aliados como a Turquia.

No entanto, reconheceu que as medidas estipuladas em Bruxelas, como os centros de registro centralizados na Grécia e na Itália, acumulam atrasos e afirmou que se manterá vigilante.

"Sei que conseguiremos resolver, aos poucos", ressaltou Merkel, que aludiu ao próximo Conselho Europeu, em 18 de fevereiro, no qual será avaliada a situação, assim como as ajudas de 3 bilhões de euros prometidas à Turquia para melhorar as condições de vida dos mais de 2 milhões de sírios que estão em seu território.

A crise dos refugiados e a luta conjunta contra o jihadismo foram os focos da primeira cúpula intergovernamental Turquia-Alemanha, destinada a intensificar as relações entre ambos os países.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos