Peña Nieto garante que trabalha para acelerar extradição de "El Chapo"

Davos (Suíça), 22 jan (EFE).- O presidente do México, Enrique Peña Nieto, assegurou nesta sexta-feira que a Procuradoria Geral está trabalhando para agilizar a extradição do narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán aos Estados Unidos.

"A indicação à Procuradoria é acelerar o trabalho para conseguir o mais breve possível a extradição deste criminoso", declarou o líder em um discurso no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

O presidente do México, que explicou que se trata de um procedimento que também envolve o Poder Judiciário, elogiou as instituições de segurança de seu país pela recaptura de "El Chapo" Guzmán, depois "do momento difícil e de tensão" que sua fuga provocou. O narcotraficante, que estava preso na penitenciária de segurança máxima de Altiplano desde janeiro de 2014, fugiu em julho de 2015 e lá foi colocado novamente neste mês após ser recapturado em Sinaloa, seu estado natal.

Durante sua participação no Fórum de Davos, Peña Nieto abordou o problema da corrupção, assinalando que as medidas iniciadas no México para lutar contra ela buscam "domar e controlar esta condição humana". Ele ressaltou que, diferentemente do que se pensava, "não é um tema cultural... é um tema de condição humana e do qual se tenta hoje estabelecer controles maiores", através dos sistemas nacionais de anticorrupção e de transparência, entre outros. O presidente do México considerou ainda que outra maneira de enfrentar o problema é tendo governos abertos, que sejam transparentes em sua atuação e em suas despesas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos