Polícia italiana detém marroquino envolvido em atividades jihadistas

Roma, 25 jan (EFE).- A Polícia da Itália deteve nesta segunda-feira um marroquino acusado de "treinamento e atividade com finalidade de terrorismo internacional" na Calábria, sul do país, depois que em julho as autoridades da Turquia impediram que ele viajasse para a Síria.

O detido é Hamil Mehdi, comerciante ambulante de 25 anos e residente no município de Luzzi, que em julho fez uma viagem de Roma até a Síria com escala na Turquia, onde as autoridades do país o interceptaram e obrigaram a retornar à Itália, informou a imprensa local.

Mehdi tinha então uma passagem só de ida, uma mala de mão e material suspeito que levaram as autoridades turcas a acreditar que poderia simpatizar com o extremismo jihadista.

A Polícia italiana foi então advertida e iniciou imediatamente uma investigação sobre Mehdi que permitiu sua detenção, após descobrir que tinha acessado com seu computador páginas da internet e vídeos com conteúdo relacionado com recrutamento, propaganda e treinamento para fazer parte das fileiras jihadistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos