Israel aprova construção de 153 casas em colônias na Cisjordânia

Jerusalém, 26 jan (EFE).- Israel deu sinal verde para a criação de 153 casas em colônias judias no território palestino ocupado da Cisjordânia, informou nesta terça-feira o jornal "Ha'aretz", que revelou que a decisão encerra uma cessação informal da edificação em assentamentos de ano e meio.

Os imóveis, aprovados pelo Comitê de Planejamento e Construção da Administração Civil israelense (organismo militar que administra a ocupação dos territórios) serão erguidos nas colônias de Etz Efraim, Rechelim, Carmel e Alon Shvut. As autoridades locais de Jerusalém também deram a aprovação final à construção de 891 casas no assentamento de Gilo, em Jerusalém Oriental, liberado incialmente há três anos, mas cujo processo estava paralisado desde então.

Segundo o jornal, esta decisão rompe a tendência dos dois últimos anos, nos quais o governo israelense teria se negado a aprovar novas construções e se limitado à legalização de colônias já construídas ilegalmente ou a aprovação de planos para determinadas áreas afetadas por processos judiciais.

Esta contenção se deveria ao receio de novas condenações internacionais e a perda de apoio dos Estados Unidos para evitar a aprovação de resoluções no Conselho de Segurança da ONU de condenação a Israel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos