Papa deve visitar o campo de extermino de Auschwitz, confirma porta-voz

Cidade do Vaticano, 27 jan (EFE).- O papa Francisco deve visitar o antigo campo de extermínio nazista de Auschwitz durante sua viagem à Polônia, prevista para julho, informou nesta quarta-feira o porta-voz vaticano Federico Lombardi.

"É verossímil que o papa Francisco visite o campo de concentração de Auschwitz (...) Todos os papas que foram à Cracóvia passaram por lá", afirmou Lombardi na apresentação na sede de Rádio Vaticano de um livro sobre o Holocausto, em uma jornada conhecida como o Dia da Memória.

Lombardi lembrou que os antecessores papas João Paulo II e Bento XVI visitaram este campo de extermínio, onde durante a Segunda Guerra Mundial foram assassinadas centenas de milhares de pessoas, em sua maioria judeus.

Neste sentido, Lombardi acrescentou que "o papa Francisco não demorará a visitar" este lugar, situado a dezenas de quilômetros da cidade polonesa da Cracóvia.

A viagem do papa à Polônia ocorrerá ppr conta da Jornada Mundial da Juventude, que será realizada de 26 a 31 de julho, apesar de por enquanto não ter sido confirmada pela Santa Sé.

gsm/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos