Vítimas de naufrágio no Egeu já são 24, entre elas 10 crianças

Em Atenas

  • Michael Svarnias/AP

    Barco da Guarda Costeira chega com corpos de refugiados ao porto de Vathi, na ilha grega de Samos

    Barco da Guarda Costeira chega com corpos de refugiados ao porto de Vathi, na ilha grega de Samos

Pelo menos 24 pessoas, entre elas dez crianças, morreram no naufrágio de uma embarcação com refugiados registrado na noite passada no mar Egeu, perto do litoral da ilha grega de Samos.

Segundo o novo balanço divulgado à Agência Efe por uma porta-voz da guarda litorânea grega, dez pessoas sobreviveram, mas 11 continuam desaparecidas.

Um dos sobreviventes chegou nadando até a costa e avisou as equipes de salvamento.

Outras nove foram resgatadas pela guarda litorânea e por uma embarcação da Frontex; cinco delas estavam agarradas à embarcação e outras quatro nas águas.

Do mar foram recuperados 24 corpos, dez crianças, 13 homens e uma mulher.

Os sobreviventes foram levados a um hospital onde estão sendo tratados, segundo a fonte.

Trata-se do segundo naufrágio de uma embarcação com refugiados em menos de 24 horas.

Na quarta-feira de manhã sete pessoas, entre elas duas crianças, morreram em um naufrágio perto do litoral da ilha grega de Kos, que da mesma forma que Samos, constitui uma das portas de entrada para os refugiados que chegam à União Europeia a partir da Turquia.

Nem sequer a redução das temperaturas freou a chegada diária de embarcações.

Segundo os últimos dados da Organização Internacional de Migrações (OIM), neste ano chegaram à Grécia por mar mais de 45 mil migrantes e refugiados, 31 vezes mais que em todo janeiro do ano passado, e mais de cem morreram na travessia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos