Elefante mata britânico durante passeio turístico na Tailândia

Em Bancoc

  • AP

    Elefante, chamado "Rambo", é preso a árvore depois do acidente

    Elefante, chamado "Rambo", é preso a árvore depois do acidente

Um elefante matou um turista britânico e feriu gravemente seu cuidador ao reagir de forma violenta durante um passeio na ilha de Samui, um popular destino turístico do sul da Tailândia, informou nesta terça-feira a polícia.

O incidente ocorreu na segunda-feira durante a tarde, quando o cuidador desceu do elefante para tirar uma fotografia da vítima, de 37 anos, que estava montada no animal junto com sua filha de 16, segundo disse à Agência Efe um porta-voz da polícia de Samui.

O paquiderme, que segundo testemunhas tinha se mostrado alterado minutos antes, bateu com o trompa no cuidador e cravou uma presa no peito do mesmo antes de perder o controle e derrubar os dois turistas.

Depois, o animal saltou sobre o britânico, pisoteou e depois cravou uma presa na vítima, que morreu na hora, para depois sair correndo rumo à floresta.

O cuidador e a filha da vítima, que sofreu ferimentos leves na queda, foram internados em hospitais de Samui.

Segundo a polícia, o animal de 13 anos, conhecido pelo nome "Rambo",  estava no cio, o que explicaria seu comportamento incomum que, antes do incidente, obrigou o cuidador a bater nele para conseguir que obedecesse.

O incidente ocorreu duas semanas depois que um agricultor morreu em uma plantação de mandioca no centro do país após ser atacado por um elefante selvagem que saiu da selva em busca de comida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos