Padre é preso em Roma por supostos abusos sexuais a menores

Em Roma

Um sacerdote italiano de Palermo, de 38 anos, foi detido nesta terça-feira (2) após denúncias de supostos abusos sexuais a três menores de idade na época em que era padre na capital da Siciliana, informou a polícia em comunicado.

Os agentes de Palermo, em conjunto com os de Roma, detiveram na capital da Itália o padre, está em prisão preventiva por ordem do Tribunal de Palermo. Segundo a imprensa do país, o religioso é Roberto Elici e as ações aconteceram enquanto ele atuava na paróquia de Nossa Senhora da Assunção.

A investigação foi coordenada pelo promotor de Justiça Claudio Camilleri e seu adjunto Salvo de Luca, que consideram Elici responsável por atos de violência sexual com prejuízo a menores.

Os abusos se prolongaram, pois os responsáveis das crianças tinham confiança no sacerdote e ele se "aproveitou (disso) para chegar até elas", segundo a nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos