Republicano Huckabee anuncia sua retirada da corrida presidencial nos EUA

Des Moines (EUA), 1 fev (EFE).- O pré-candidato republicano e ex-governador do estado de Arkansas Mike Huckabee anunciou nesta segunda-feira sua retirada da corrida presidencial dos Estados Unidos depois dos pobres resultados obtidos no caucus (assembleias populares) de Iowa, onde conseguiu apenas 2% de apoio.

"Suspendo oficialmente minha campanha. Obrigado por todo o apoio leal", escreveu no Twitter o ex-governador, que curiosamente foi o vencedor do caucus de Iowa em 2008.

Huckabee, que apesar dessa vitória em 2008 perdeu a indicação presidencial do partido para John McCain, anunciou sua retirada pouco depois de saber que o candidato democrata Martin O'Malley também estava fazendo o mesmo diante dos fracos resultados conseguidos hoje no caucus de Iowa, com menos de 1% dos votos.

O ex-governador de Arkansas e ex-pastor da Igreja Batista acreditava que neste ano também obteria os melhores resultados em Iowa, pela influência dos cristãos evangélicos nesse estado agrícola da região central do país.

Durante sua campanha, após anunciar em 5 de maio do ano passado suas pretensões eleitorais, Huckabee destacou o tempo todo sua origem humilde, já que se transformou no primeiro integrante de uma família trabalhadora a conseguir se graduar no ensino médio e a poder estudar na universidade, em seu caso em uma de confissão batista, de onde saiu como pastor de comunidade.

Em toda a campanha, o político sulista, um claro opositor do aborto e do casamento entre homossexuais, nunca obteve uma reviravolta nas pesquisas para conseguir a indicação de seu partido para a presidência dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos