Apreensões de imigrantes ilegais na fronteira sul dos EUA caem 36% em janeiro

Washington, 2 fev (EFE).- As apreensões de imigrantes ilegais na fronteira entre Estados Unidos e México caíram 36% em janeiro de 2016 em comparação com dezembro de 2015, informou nesta terça-feira o Departamento de Segurança Nacional americano.

O total de detenções praticadas entre 1º e 31 de janeiro foi de 23.767, um número notavelmente inferior ao de dezembro, quando foram apreendidas 37.017 pessoas que tentavam atravessar a fronteira para os EUA.

Nos últimos 31 dias, as autoridades fronteiriças americanas detiveram 3.113 menores de idade sem acompanhantes, um número 54% menor que os 6.786 apreendidos no último mês de 2015.

O secretário de Segurança Nacional, Jeh Johnson, comemorou esses números, que considerou "um indicador do total de tentativas de atravessar a fronteira de forma ilegal" e destacou que as apreensões em janeiro foram as mais baixas em exatamente um ano.

"Apesar de essa redução ser encorajadora, isso não significa que podemos dar marcha ré em nossos esforços na fronteira. Os trabalhos de apreensão vão continuar", indicou Johnson.

O secretário de Segurança Nacional também comentou sobre as polêmicas operações contra imigrantes realizadas nos dias 2 e 3 de janeiro, e garantiu que manteve conversas com integrantes do Congresso, ativistas e advogados "preocupados" com essa questão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos