Menina síria é morta a tiros por guardas de fronteira da Turquia

Beirute, 4 fev (EFE).- Uma menor de idade síria morreu nesta quinta-feira na região de Suran, no território sírio, pelos ferimentos sofridos por tiros da guarda fronteiriça da Turquia, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os guardas turcos abriram fogo contra a menina na área de Ikda quando ela tentava atravessar a fronteira junto a alguns parentes.

A menor fazia parte de um grupo de centenas de famílias sírias que ganharam permissão hoje para acessar o lado sírio do cruzamento de Bab Salama e que estão à espera de poder entrar na parte turca.

Essas pessoas são deslocadas de áreas sob controle do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província síria de Aleppo, limítrofe com o país vizinho, que se transferiram há tempos para zonas sob o domínio de facções armadas para então chegar à Turquia.

Na semana passada, muitos habitantes de localidades do norte de Aleppo se deslocaram a outros lugares devido à ofensiva do exército sírio nessa parte do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos