Trabalhadores ficam presos em mina após acidente na África do Sul

Johanesburgo, 5 fev (EFE).- Pelo menos 100 mineiros sul-africanos permanecem presos em uma mina da província nordeste de Mpumalanga após o desabamento, nesta sexta-feira, de uma galeria na qual trabalhavam, informaram os serviços de emergência.

Membros destes serviços, que foram avisados do acidente por volta das 8h30 local (4h30, em Brasília), trabalham nesse momento para resgatar os homens.

O sindicato que representa os trabalhadores da mina confirmou o acidente e elevou a 112 o número de mineiros que ficaram sob a terra.

A mina, propriedade da empresa Vantage Goldfields Limited, fica nas imediações do município de Barberton, em Mpmualanga.

As equipes de resgate conseguiram tirar do subsolo vários mineiros, que sofreram ferimentos menores e estão sendo atendidos nestes momentos na superfície.

"Estamos trabalhando no local para resgatar o resto", declarou o porta-voz dos serviços de emergência, Russell Meiring.

"É um desastre e neste momento estamos muito preocupados", disse o representante da União de Mineiros e Trabalhadores da Construção++ (AMCU), que é o sindicato majoritário na mina.

Por enquanto, são desconhecidas as causas do desabamento da galeria, mas a empresa proprietária anunciou que publicará em breve um comunicado sobre o ocorrido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos